A construção civil é um dos setores mais importantes, e seus resultados impactam diretamente na economia do Brasil. Sua cadeia produtiva é extensa, e inclui profissionais de baixa escolaridade e de pouca qualificação profissional, desempenhando assim um relevante papel social.

O desenvolvimento de projetos imobiliários, como qualquer outro segmento de negócio, obviamente concentra esforços na obtenção de retorno financeiro sobre o investimento. Entretanto, quando o foco é apenas nessa forma de retorno, tende a ofuscar as demais dimensões do projeto, e o resultado final pode deixar a desejar. Um dos sinais sintomáticos disso é a oferta de empreendimentos muito similares, num determinado mercado, oferecendo os mesmos atributos, e até cometendo equívocos de projeto semelhantes.

Uma nova tendência valoriza “propósito e significado” como diretrizes para orientar a elaboração de empreendimentos.  Começa por reunir e capacitar equipes fortes de desenvolvimento, para co-criar conceitos holísticos, e implementar projetos que potencializem valor a longo prazo. Surgem assim, projetos de desenvolvimento bem-sucedidos, capazes de ir além dos paradigmas de negócios. No processo, além de retorno financeiro, conseguem contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Inspiradas nesse propósito, a Consulus (consultoria global de inovação) e a CPG Consultants (consultoria de desenvolvimento multidisciplinar) concebem uma solução multifuncional: PlaceCORE ajuda a customizar o processo de desenvolvimento imobiliário, criando um sistema dinâmico de coleta de dados e aplicação constante das informações, significadas nos projetos, por meio de design estratégico e benchmarking.

Para Helena Pham, parceira da Consulus, o sucesso do desenvolvimento urbano é medido não apenas pelo plano conceitual, mas também pela capacidade e eficiência na sua implementação e execução. Em diversos países em todo o mundo, e agora também no Brasil, PlaceCORE tem contribuído para desenvolver empreendimentos rentáveis e autossustentáveis, por meio de uma abordagem singular de design de negócios, no planejamento, projeto e construção de empreendimentos residenciais e comerciais, cidades inteligentes, urbanização e revitalização ambiental, modernização de aeroportos etc. Cada empreendimento busca expressar a singularidade, a autenticidade, a riqueza da cultura e da identidade de cada comunidade e de cada país, que os empresários da construção civil materializam em toda a sua exuberância. Como resultado disso, além de retorno financeiro e da sustentabilidade econômica dos investimentos, proporciona-se às pessoas conforto, qualidade de vida, orgulho, autêntico senso de identidade, pertencimento e propósito.

Chee Yung, Vice-Presidente Sênior da CPG Consultores, acredita que o desafio deste milênio é encontrar novas soluções para os problemas que a tecnologia e a simples réplica das soluções atuais de design não têm e não conseguem resolver: (1) o estímulo ao comportamento social positivo, por meio de processos inspirativos e intuitivos; (2) uma consciência voltada para o desenvolvimento resiliente, que inclua fortes bases ambientais e econômicas; e (3) a crença em negociações “ganha-ganha”,  para plena manifestação do melhor do design.

Como, então, o desenvolvimento de projetos imobiliários pode impactar a agenda econômica, a vida e o futuro das pessoas no Brasil? Ao provocar este questionamento, nós da Consulus e da CPG, esperamos fazer aflorar, ainda mais, a conscientização dos empresários da indústria da construção civil, acerca da relevância do papel que desempenham na economia e na sociedade. Nosso país precisa expressar a riqueza de sua própria cultura e identidade, por meio de empreendimentos customizados, que gerem cada vez mais postos de trabalho, proporcionem às pessoas bem-estar, e também as melhores opções de investimento imobiliário.

 

Carlos Xavier
Diretor Nacional da Consulus Brasil